Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Imprimir
Recomendar

Solo-cimento nos pisos do Rali de Portugal

A Câmara Municipal de Caminha, a empresa MANUEL DA SILVA PEREIRA & FOS Ldª e as populações das freguesias de Gondar e Orbacém, Dem, Argela, Venade e Azevedo Riba de Âncora, Vile, Moledo e Cristelo e Caminha e Vilarelho obtiveram também vitórias significativas embora em vertentes diferentes da desportiva graças ao estado que o piso das etapas especiais de classificação de Caminha 1 e 2 apresentou após as duas passagens cronometradas dos 81 concorrentes que alinharam à partida e as do reconhecimento.

Um desafio “sui generis”

A pré-fabricação pesada recorre a betões de elevada resistência inicial para possibilitar a transmissão do pré-esforço ou a desmoldagem e a movimentação das peças a idades muito jovens. São usados betões de classe muito elevada que, além do rigor do processo de fabrico e de aplicação do betão, exigem o recurso a cimentos de resistência elevada, frequentemente da classe 52,5.

Aproveitamento Hidroelétrico Ribeiradio-Ermida

Os benefícios ambientais, económicos e sociais das barragens são do conhecimento geral e reconhecidos principalmente pelas populações que tiram partido destas infraestruturas. No entanto a forma como as barragens hidroelétricas permitem reservar e transformar a energia, bem como as suas funções acessórias, merece uma abordagem um pouco mais profunda mas ainda assim objetiva e acessível a todos, mesmo àqueles que não façam parte da comunidade técnica.

Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor

O Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor atualmente em construção no rio Sabor, afluente da margem direita do rio Douro, é um projeto fundamental para o controlo da bacia nacional do rio Douro, com particular importância estratégica na gestão da cascata hidroelétrica situada a jusante no rio Douro. A construção deste empreendimento da EDP foi adjudicada a 30 de Junho de 2008 ao Agrupamento Complementar de Empresas (ACE) Baixo Sabor ACE, constituído pela Bento Pedroso Construções S.A. (subsidiária do grupo ODEBRECHT) e a Lena Engenharia e Construções. 
Os trabalhos de construção iniciaram-se em 2008 e prevê-se a entrada em serviço em 2014.

Farcimar

Fundada em 1989 é uma empresa de referência no ramo da pré-fabricação. Fornece soluções técnicas e produtos dirigidos a todo o tipo de construção civil, com destaque para vias de comunicação e agricultura. Adquiriu para todo o território nacional a licença de exploração da patente do sistema de Fragilidade Dirigida (F. D. System). Exemplos de obras: EN326 Mansores – Arouca; A7/IC5 – Guimarães/Fafe; SCUT do Grande Porto - A4/IP4 – SENDIM / AGUAS SANTAS; Ampliação das Instalações da Lactogal – Oliveira de Azeméis

BPCA

O acrónimo BPCA é utilizado para designar o Betão com Prévia Colocação de Agregados, uma variante do betão com agregados de dimensão máxima da ordem de 150 mm tradicionalmente utilizado na construção de barragens na qual o agregado grosso é disposto previamente no espaço a betonar sendo em seguida deitada a argamassa.

Pré-fabricação de Referência

A PRÉGAIA é uma empresa que se insere no mercado da pré-fabricação arquitectónica, do qual é líder. Tem no curriculum mais de um milhão de metros quadrados de fachadas desde a sua fundação, obras essas construídas em diferentes mercados, nomeadamente, Portugal, Brasil, Espanha e Grécia.
Algumas das obras: Dolce Vita Tejo; Hotel Hiberus/Zaragoza; Centro Multimeios de Espinho; Estoril Sol Residence

Os maiores "Core-locs" do Mundo

Os maiores “core locs ®” do Mundo foram construídos nos Açores, mais precisamente no Porto da Cidade da Praia da Vitória na Ilha Terceira e a CIMPOR participou activamente na obra fornecendo, por intermédio da sua associada CIMENTAÇOR o cimento para o seu fabrico.

Solo - cimento no IC16

O interesse da solução solo cimento na execução da A16 foi confirmado através da realização de um estudo laboratorial que também permitiu definir o teor de cimento adequado para fazer face às exigências estipuladas. Com base no estudo desenvolvido pela MonteAdriano, definiu-se um teor de cimento entre os 3,0% com solos calcários e os 3,5% com solos margosos, recorrendo ao cimento CEM II/A-L 42,5R da CIMPOR.

OBRA da GEO-RUMO

Nesta obra a simbiose entre capacidade técnica para a elaboração do projecto e tecnologias próprias disponíveis revelou-se de especial interesse uma vez que foram estas duas competências complementares que permitiram a sua concretização.

©2019 Grupo Cimpor